“Não é o grito / A medida do abismo? / Por isso eu grito / Sempre que cismo / Sobre tua vida / Tão louca e errada… / — Que grito inútil! / — Que imenso nada! ” (Vinicius de Moraes)

Salvar

Salvar

Comentários

Não há comentários postados até o momento. Seja o primeiro!

Postar um novo comentário