QUALQUER MÚSICA

Qualquer música, ah, qualquer,
Logo que me tire da alma
Esta incerteza que quer
Qualquer impossível calma!

Qualquer música — guitarra,
Viola, harmónio, realejo...
Um canto que se desgarra...
Um sonho em que nada vejo...

Qualquer coisa que não vida!
Jota, fado, a confusão
Da última dança vivida...
Que eu não sinta o coração!

© FERNANDO PESSOA
In Poesias, 1942
Ed. Ática, Lisboa

Número de visualizações em 2017: 4057
Número de curtidas: 104
 
Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twitter Compartilhar via Google+

Comentários (3)

Avatar do visitante

Bruno Centeno · 25/05/2015, às 21h43

Qual dos heterônimos de Fernando Pessoa cria essa poesia? Gostaria de mais informações sobre a mesma, se possível, ficaria bem completa!
Foi ele mesmo quem escreveu o poema (ortónimo)
Esse poema é do ortonimo Fernando Pessoa, o próprio!

Postar um novo comentário