INÍCIO | POESIAS | POETAS | MÚSICOS | RÁDIO | VÍDEOS | LIVROS | RECENTES | CARTÕES | E-BOOKS | MURAL | FÓRUM | BLOGS | AGENDA | INSCRIÇÃO | CONTATO
 
 
A RUA DAS RIMAS

A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino
pequenino
é uma rua de poeta, reta, quieta, discreta,
direita, estreita, bem feita, perfeita,
com pregões matinais de jornais, aventais nos portais, animais e
varais nos quintais;
e acácias paralelas, todas elas belas, singelas, amarelas,
douradas, descabeladas, debruçadas como namoradas para as
calçadas;
e um passo, de espaço a espaço, no mormaço de aço baço e lasso;
e algum piano provinciano, quotidiano, desumano,
mas brando e brando, soltando, de vez em quando,
na luz rara de opala de uma sala uma escala clara que embala;
e, no ar de uma tarde que arde, o alarde das crianças do
arrabalde;
e de noite, no ócio capadócio,
junto aos lampiões espiões, os bordões dos violões;
e a serenata ao luar de prata (Mulata ingrata que mata...);
e depois o silêncio, o denso, o intenso, o imenso silêncio...
A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino
pequenino
é uma rua qualquer onde desfolha um malmequer uma mulher
que bem me quer
é uma rua, como todas as ruas, com suas duas calças nuas,
correndo paralelamente, como a sorte diferente de toda gente,
para a frente,
para o infinito; mas uma rua que tem escrito um nome bonito,
bendito, que sempre repito
e que rima com mocidade, liberdade, tranqüilidade: RUA DA FELICIDADE...


© GUILHERME DE ALMEIDA

Número de visualizações em 2017: 5262
Número de curtidas: 247
 
Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twitter Compartilhar via Google+

Comentários (13)

Achei essa poesia muito legal por isso vim à esse site!
gostei
Amei. Minha mãe sabe ele de co e eu pedi para ver no site, vou copia-lo.
Avatar do visitante

maria luisa · 09/12/2014, às 14h51

Eu achei esta muiesia linda o autor tambem e muito criativo rua linda onde ele imagiino parabens autor gostei muito de sua criatividade esse site espero nunca esquecelo !!!! linda poesia adorei
esse poesista e muito criativo mesmo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! linda poesia adorei
eu tanbem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Avatar do visitante

Elias Oliveira Silva · 29/04/2015, às 19h21

A ouvi na década de 70, nas palavras de um amigo meu. Linda, bem declamada então, enchem os ouvidos. Saudoso e herói Guilherme de Almeida.
Linda! Lembra minha infância, minha juventude, quando nos reuníamos, família e amigos para cantar e declamar poesias. Lindas lembranças!
Fez parte da minha matéria de Comunicação e Expressão (Hoje Português), não lembro a série do ensino primário (hoje Fundamental) Sei quase toda de cor. Lembro-me até hoje.
Avatar do visitante

João Silva · 02/04/2016, às 10h59

Hoje, na SIC, uma tv portuguesa, ouvi a Regina Duarte declamar este poema! Lindo, lindo! Não conhecia! vou usar nas minhas aulas de português!
Avatar do visitante

maria jose magalhães · 02/04/2016, às 11h01

Ouvi-o hoje de clamado pela artista brasileira, Regina Duarte, numa entrevista em Portugal. Adorei o poema. Não conhecia.
Avatar do visitante

Rodrigo Barros · 02/04/2016, às 12h21

hoje sou um bocadinho menos ignorante! e que bem que a Regina Duarte o diz! tão bonito!!!!!!!
Esta poesia fez parte da minha adolescência e levei na lembrança até a maturidade. Espanta-me que palavras colocadas com tal formosura e beleza possam influenciar vidas.

Postar um novo comentário

CADASTRAR-SE NO QUADRO DE AVISOS | POR ONDE A VOZ ECOA | ÁREA ADMINISTRATIVA DOS POETAS | ENVIAR AVISO (SOMENTE ADMINISTRADORES)
FacebookOrkutTwitterGPlusYoutubeMyspaceDhittPaltalkRSS
 
Copyright 2001 - 2013 - A Voz da Poesia Falando ao Coração - Design GamaBrasil