SONETO DO AMOR TOTAL

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre d (...)

Obra resguardada por direito autoral. Para conferir o restante deste texto, consulte a referência bibliográfica indicada abaixo.

© VINÍCIUS DE MORAES
In Livro de Sonetos, 1967

Notas:
1. Rio de Janeiro, 1951
2. A obra completa de Vinicius de Moraes está disponível no site viniciusdemoraes.com.br

Número de visualizações em 2017: 470
Número de curtidas: 27
 
Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twitter Compartilhar via Google+

Comentários

Não há comentários postados até o momento. Seja o primeiro!

Postar um novo comentário