SER MULHER

Ser mulher não é ter nas formas de escultura,
No traço do perfil, no corpo fascinante,
A beleza que um dia o tempo transfigura
E um olhar deslumbrado atrai a cada instante...

Ser mulher não é só ter a graça empolgante,
O feitiço absorvente, a lascívia e a ternura;
Ser mulher não é ter na carne provocante
A volúpia infernal que arrasta e desfigura...

Ser mulher é ter na alma essa imortal beleza
De quem sabe pensar com toda a sutileza
E no próprio ideal rara virtude alcança...

É ter, simples e pura, os sentimentos francos...
E ainda no fulgor dos seus cabelos brancos,
Sonhar como mulher, sentir como criança!

© CARMEM CINIRA
In Os Cem Melhores Sonetos Brasileiros (2ª série, 1ª edição), 1950
Org. Edgard Rezende

FONTE(S) DO(S) ÁUDIO(S):

Ser mulher, poema de Carmen Cinira
Música: Luiz Antonio Batista da Rocha
Arranjo: Gabriel Alves Gonçalves
Interpretação: Gabriel Alves Gonçalves

In: http://www.outorga.com.br/
© Luiz Antonio Batista da Rocha
________________________________

Vida, poema de Carmen Cinira
Música: Luiz Antonio Batista da Rocha
Arranjo: Gabriel Alves Gonçalves
Interpretação: Vanessa Dellabarco

In: http://www.outorga.com.br/
© Luiz Antonio Batista da Rocha
________________________________

Número de visualizações em 2017: 1137
Número de curtidas: 118
 
Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twitter Compartilhar via Google+

Comentários (2)

Carmen Cinira encanta com suas poesias. Fico impressionado com os poetas que usam a palavra com tanta maestria... E esta página está de parabéns pela artística apresentação das janelas. Grato por oferecer aos amantes da literatura tão rico acervo!
Avatar do visitante

Luiz Antonio Batista da Rocha · 12/01/2016, às 11h42

Musiquei o poema Ser mulher - Camem Cinira. Ouça clicando nos links abaixo. Ser Mulher Letra: Carmen Cinira: *1902 RJ + 30/08/1933) (Cinira dedicou à amiga Lourdes Palmer) Música: Luiz Antonio Batista da Rocha Instrumental: piano Gabriel Alves Gonçalves (lembrar What a Wonderful World) http://www.outorga.com.br/…/Ser_mulher_Cinira_solo_Gabriel.… Instrumental: Arranjo: Luiz Antonio Batista da Rocha http://www.outorga.com.br/…/Ser_mulher_Carmem_Cinira_Rocha.… Ser mulher não é ter nas formas de escultura, No traço do perfil, no corpo fascinante, A beleza que um dia o tempo transfigura E um olhar deslumbrado atrai a cada instante... Ser mulher não é só ter a graça empolgante, O feitiço absorvente, a lascívia e a ternura; Ser mulher não é ter na carne provocante A volúpia infernal que arrasta e desfigura... Ser mulher é ter na alma essa imortal beleza De quem sabe pensar com tôda a sutileza E no próprio ideal rara virtude alcança... É ter, simples e pura, os sentimentos francos... E ainda no fulgor dos seus cabelos brancos, Sonhar como mulher, sentir como criança!

Postar um novo comentário