DEUS

Para experimentar Octávio, o mestre
Diz: “Já que tudo sabe, venha cá!
Diga em que ponto da extensão terrestre
Ou da extensão celeste Deus está!”

Por um momento apenas, fica mudo
Octávio, e logo esta resposta dá:
“Eu senhor mestre, lhe daria tudo,
Se me dissesse onde é que ele não está!”

© OLAVO BILAC
In Poesias Infantis (2ª Ed.), 1929

Número de visualizações em 2017: 1470
Número de curtidas: 106
 
Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twitter Compartilhar via Google+

Comentários (5)

Avatar do visitante

Daniela Guedes · 06/04/2016, às 10h25

amo esta poesia a aprendi quando tinha 5 anos e a recitava com frequência na escola. Assim como também acho incrível "A função do poeta", Olavo Bilac simplesmente perfeito amooooo....
Avatar do visitante

Lody Perfecta Rodrigueiro · 07/09/2016, às 01h47

Desde 1977 onde em uma prova oral de Lingua portuguesa recitei esse poema "Deus", me fez gostar dos escritos de Olavo Bilac e até então para mim é o melhor escritor de todos os tempos!
Na escola primaria eu tinha 2 livros belissimos: "As mais belas historias" (Lucia Casassanta) e "As mais belas poesias" (se nao me engano, tbem L.Casassanta). Eram poesias curtinhas mas se aprendia algo mais "nobre" Neste livro conheci esta poesia entre outras e aprendi a 'ler` os poemas.
MARAVILHOSO!!!POESIA DE GRANDE AMOR E SABEDORIA!!!
MARAVILHOSO!!!POESIA DE GRANDE AMOR E SABEDORIA!!!

Postar um novo comentário